Robinson The Journey

PS4

R$ 99,90
Licença
-
+
Marcadores / / /
Descrição

Robinson The Journey é levemente inspirado pelas aventuras clássicas de Robinson Crusoé, romance escrito por Daniel Defoe e publicado originalmente há muitos anos. Na história original, ele foi um marinheiro que viveu sozinho em uma ilha, após seu barco naufragar e toda a tripulação morrer.
Assim como na história original, acompanhamos a vida de Robinson, também um jovem, mas que cai do céu. Sua nave cai em um planeta misterioso, que parece ser dominado por dinossauros e não há nenhum outro vestígio humano. Na companhia de seu robô, ele adota um pequeno dinossauro, ao qual dá o nome de "Laika", e logo começa sua jornada de sobrevivência.
A história de Robinson The Journey se desenrola à medida que descobrimos e nos aventuramos mais no planeta misterioso. É o tipo de game que se inspira no conceito de “faça sua própria história”, mas com um enredo fixo, que é revelado ao jogador a “conta gotas”. Mas não espere por grandes revelações, já que o game em si é curto.

 Robinson: The Journey é o novo game do PS VR (Foto: Divulgação/Crytek)
Robinson: The Journey é o novo game do PS VR

Porém, podemos dizer que Robinson The Journey se esforça para contar algo condizente com sua premissa e tem certo sucesso nisso. Desde a descoberta da pequena "Laika", passando pelo encontro com gigantescos dinossauros e novos ambientes encontrados por Robin, o jovem aventureiro perdido em um planeta desconhecido.

 Robinson: The Journey se passa em um planeta desconhecido (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)
“Simulador de caminhada”

Robinson The Journey segue a fórmula de sucesso de um gênero recente e já conhecido como “walking simulator”, ou seja, “simulador de caminhadas”. Nele, vamos explorar bastante os cenários e caminhar (e muito!). O jogo te coloca para andar por boa parte do território do planeta desconhecido, então, se espera algo diferente, talvez este não seja o título mais indicado para estrear seu VR.


 Robinson: The Journey tem muita exploração (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

 Robinson: The Journey tem muita exploração 

Ainda assim, Robinson The Journey faz isso de forma interessante para quem curte. É verdade que achamos que o personagem podia ter uma velocidade maior, ou poderia ser menos “duro” na hora de se movimentar. O game exige muitos movimentos de cabeça do jogador, que precisa mover a visão para enxergar ao redor com o PS VR, e lidar com a mira do objeto que Robin carrega.
Os controles são, sim, um pouco desengonçados, e comprometem a diversão até certo ponto. Além de lento, Robin é um pouco travado no sentido de não ter muitas opções do que fazer, a não ser pegar objetos que flutuam com seu acessório em mãos e escalar locais. A escala, aliás, é um dos momentos mais bizarros da jogabilidade, já que a física fica bem comprometida.

 Robinson: The Journey tem dinossauros amigos e inimigos (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)
Robinson: The Journey tem dinossauros amigos e inimigos

Mas, acostumando-se com a jogabilidade um pouco atrapalhada, é possível tirar bom proveito de Robinson The Journey. A simulação de ambiente que o VR proporciona é incrível, principalmente quando encontramos dinossauros gigantes, similares aos que já conhecemos – pois aqui, aparentemente, eles são alienígenas.
De longe, Robinson The Journey lembra um pouquinho o game No Man's Sky, que foi lançado pela produtora Hello Games em 2016 e foi alvo de diversas críticas. Ainda assim, Robinson The Journey consegue fazer um trabalho de maior qualidade e bem mais divertido do que seu “primo” distante, graças à ambientação e narrativa de descoberta.

 O ambiente de Robinson: The Journey (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)
O ambiente de Robinson: The Journey 


Não há muito a ser falado na parte sonora, já que o game mal tem música e as dublagens são poucas – mas faltou uma legenda, para entender melhor o que os personagens, Robin e o robô, falam nas interações. Já os gráficos, estes sim são caprichadíssimos. Não dava para esperar algo diferente de uma empresa que nos trouxe Crysis, certo?

Conclusão

Robinson The Journey pode ser um bom game para estrear seu PS VR, mas apenas se você curte os chamados “Walking Simulator”, jogos onde andar é a principal ação, para explorar o ambiente ao seu redor. Graficamente o jogo não faz feio, pelo contrário, é tudo muito bonito.Vale pelo visual e pela narrativa misteriosa.

  

Especificações
  • Legenda: Inglês
  • Audio: Inglês
  • Tamanho: 6,1 GB

Trailer
 
 Gameplay
 
Tipos de Licença

Avalições

Based on 1 review Escreva uma avaliação

Produtos vistos recentemente