NBA 2K15

PS4

NBA 2K15

Disponibilidade: Em estoque
R$ 99,90

Todo ano, cria-se uma ansiedade sobre quem será o astro da capa de NBA 2K. No ano passado, foi LeBron James. Em 2011, o maior de todos os tempos, Michael Jordan. No NBA 2K15, é o promissor Kevin Durant. Mas o jogo não é voltado para ele, como foram os outros exemplos citados. Mas sim para você, gamer.

 Game é voltado para o jogador (Foto: Reprodução/Thiago Barros)
Game é voltado para o jogador

Um detalhe que prova isso é o crescimento do uso da palavra “My” (Meu) à frente dos nomes dos modos de jogo. Antes, somente MyCareer e MyGM (carreira de jogador ou administrador) tinham estas nomenclaturas, além do MyTeam (como o FUT do Fifa 15). Agora, há também MyPark (jogos de basquete de rua) e MyLeague (temporada).

O que mudou?

Dentro destes modos, há diversas novidades. No MyCareer, por exemplo, você não é mais draftado por um time. Seu jogador não recebe oportunidade de ser chamado, no grande dia, e acaba tendo que ir treinar e assinar um contrato de 10 dias com um time que mostre interesse nele. Se der certo, então renova até o fim da temporada.

 MyPark é novo modo de basquete de rua (Foto: Reprodução/Thiago Barros)
MyPark é novo modo de basquete de rua 

No MyPark, você deve escolher uma entre três “equipes”, que vão lhe dar mais pontos em determinados atributos. Dentro dele, há ainda o MyStage, onde você pode jogar os confrontos no estilo do MyPark, porém apostando moedas com os rivais. E uma grande mudança é a adição de leilões de cartas no MyTeam.

 Menus também estão estilizados de forma diferente (Foto: Reprodução/Thiago Barros)
Menus também estão estilizados de forma diferente

O MyGM segue os mesmos moldes da última edição, e o MyLeague nada mais é que o antigo modo de disputa de temporada, com mais opções de customização. Em geral, o DNA do game segue o mesmo, porém com pequenos ajustes em alguns modos, e uma série de novidades nos que já eram sucesso, tornando-os ainda mais interessantes.

Jogabilidade e gráficos seguem impecáveis

Se por um lado preencheu-se algumas lacunas evidentes no jogo, por outro, é claro, a 2K Sports sequer precisou mudar muita coisa do NBA 2K14. Os gráficos, por exemplo, mantêm a mesma qualidade do último game, que já causou um enorme impacto no seu lançamento para os consoles da nova geração.

 LeBron James no detalhe: gráficos impecáveis (Foto: Reprodução/Thiago Barros)
LeBron James no detalhe: gráficos impecáveis

O mesmo acontece com a jogabilidade. Os comandos já eram muito bem feitos, e suas respostas em quadra dos jogadores virtuais idem. Havia apenas alguns pequenos bugs que parecem ter sido corrigidos, como muitos passes indo direto para fora, sem motivo, além de erros bizarros de marcação.

 Novas câmeras mostram detalhes de jogadas acrobáticas (Foto: Reprodução/Thiago Barros)
Novas câmeras mostram detalhes de jogadas acrobáticas

Além disso, o jogo parece um pouco mais cadenciado, com movimentações um pouco mais reais e inteligentes dos jogadores controlados pela máquina, e com o sistema de táticas e jogadas cada vez mais adequado. Está cada vez mais difícil ser individualista, e a defesa, assim como na vida real, é o que ganha jogos.

Animações impressionam, escaneamento decepciona

Vendido como grande novidade do game, o FaceScan não foi muito bem nos testes de desempenho do TechTudo no PlayStation 4. O processo de escaneamento de rostos é demorado (exigiu 12 minutos em nossa avaliação), e o resultado não é tão interessante quanto se esperava pelos trailers.

 Até dançarinas dos times aparecem no jogo (Foto: Reprodução/Thiago Barros)
Até dançarinas dos times aparecem no jogo

O que tinha tudo para ser um grande ponto positivo acaba sendo uma decepção. Mas, por outro lado, as novas introduções de jogadores, cenas de diálogo no modo carreira, interações de mascotes, técnicos e até danças de líderes de torcida, realmente, fazem com que o game sejam um show à parte em termos de ambientação.

 Introdução dos jogadores foi adicionada ao novo NBA (Foto: Reprodução/Thiago Barros)
Introdução dos jogadores foi adicionada ao novo NBA

Os torcedores seguem um pouco robóticos, sem criarem uma grande atmosfera dentro dos ginásios, mas no geral o trabalho é muito bem feito visualmente. As narrações dos jogos também estão boas, e a trilha sonora, feita por Pharell Williams, é outro ponto de destaque do game.

Conclusão

NBA 2K15 é uma bela cesta da 2K. A concorrência de NBA Live 15, que também promete ser um belo jogo, parece ter feito com que a 2K Sports pensasse em novidades capazes de melhorar algo que era quase perfeito. A empresa, mais uma vez, acertou. E, como vem fazendo ano após ano, criou uma excelente experiência para o gamer fã de basquete.

  • Legenda: Inglês
  • Audio: Inglês
  • Tamanho: 42,9 GB
 
 

Avalições

Based on 1 review Escreva uma avaliação