Journey

PS3

Journey

Disponibilidade: Em estoque
R$ 21,89

 

Lançado originalmente para PlayStation 3 em 2012, Journey é um título exclusivo para os videogames da Sony. O jogo indie foi desenvolvido pelo estúdio thatgamecompany, responsável pela criação de Flower e Flow. Devido ao enorme sucesso da franquia, o game ganhou uma versão para o PlayStation 4 e trouxe muitas melhorias nos gráficos. 

 Review: Journey (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
 

A metáfora da vida

Vivencie uma jornada abstrata e fantástica: essa é a premissa de Journey, obra de arte em forma de game. O título consegue comover com gestos enigmáticos, quase sempre interpretativos. Nele, o jogador assume o papel de uma misteriosa criatura coberta da cabeça aos pés por um belo manto vermelho.

 Journey proporciona momentos memoráveis através de gestos (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Journey proporciona momentos memoráveis através de gestos

O protagonista sem nome e sem expressão acorda em uma região desértica e desolada, cujo único ponto de referência é a distante montanha realçada por um ponto de luz brilhante no cume. A partir daí, a jornada até o topo do monte se inicia, com quebra-cabeças simples e segredos que são lentamente revelados ao aventureiro.
Sem qualquer tipo de narrativa verbal e visual, a viagem se desenrola em meio a ruínas, tempestades de areia, vendavais de neve e cavernas sem vida. A sensação de isolamento é amplificada quando o protagonista se depara com outro personagem visualmente idêntico, que é controlado por um jogador online.

 Uma obra de arte em forma de jogo... (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Não, não é possível saber o nome de quem joga ao seu lado (ao final do jogo, os players que desfrutaram da jornada cooperativa são listados), muito menos suas reais intenções. Contudo, mesmo acompanhado por um ser desconhecido, você inexplicavelmente tentará ajudá-lo de todas as formas. Assim como na vida real, o trabalho em equipe facilita a solução de desafios aparentemente impossíveis de serem resolvidos sozinho.

Uma obra de arte em forma de jogo

A excelência artística, o impecável trabalho técnico e a primorosa produção musical transformam a jogatina em uma digna experiência cinematográfica. A narrativa é conduzida o tempo todo por cenários desérticos, verdadeiros colírios para os olhos, capazes de mascarar facilmente a ausência de mecânicas mais elaboradas.

 Eis o enigmático protagonista do manto vermelho (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Journey: eis o enigmático protagonista do manto vermelho

Os detalhes dos ambientes foram minuciosamente aperfeiçoados, como tempestades de areia que se movem de forma rítmica e efeitos de iluminação que transitam entre o real e o abstrato.
Já no quesito som, Journey tem faixas memoráveis, compostas por melodias orquestradas e minimalistas que se intercalam com o silêncio absoluto. Não há como negar que a trilha sonora contribui bastante para o jogo proporcionar uma experiência audiovisual imersiva

Vale a pena?

Definitivamente, Journey não é para qualquer um, mas todo gamer deveria jogá-lo. O título merece ser apreciado como uma obra de arte interativa, uma vez que mecânicas complexas, sistemas de upgrades e histórias bem contadas não fazem parte da jogatina. A maior virtude da aventura é, sem dúvida, conseguir comover nos momentos certos sem sequer dizer uma palavra. Embora a jornada épica possa ser finalizada em menos de duas horas, cada minuto vivenciado no vasto deserto rende novas interpretações por parte do jogador.

 

    • Áudio: Inglês
    • Legenda: Português BR 
    • Tamanho: 2,3 GB
     


     



    Avalições

    Based on 1 review Escreva uma avaliação