I Expect You To Die

PS4

R$ 49,90
Licença
-
+
Marcadores / /
Descrição

 


Lançado como uma demo em 2015 para o Oculus Rift, I Expect You To Die foi muito bem recebido e agora, um ano depois, traz a experiência completa do jogo para o PlayStation VR. Com créditos de abertura muito bem feitos, explorando o espaço tridimensional possibilitado pela Realidade Virtual, temos logo em seu início inspirações em James Bond, principalmente na canção tema. Porém, a inspiração acaba nisso, pois o jogo apenas se aproveita da temática de espionagem para apresentar um puzzle inteligente com boas porções de bom humor e sarcasmo.
Você é um agente secreto especial em uma missão para acabar com os planos malignos do Dr. Zor e sua infame empresa, Zoraxis. Você é especial, pois possui implantes telecinéticos que possibilitam operar e interagir com objetos longe do alcance de suas mãos, bem como fazê-los levitar no ar. Seu poder telecinético é, na verdade, a forma utilizada pelo jogo para justificar a execução de todas as suas ações a partir de um ponto único, ou seja, seu personagem é estacionário. Isso fica muito bom no PSVR, pois permite uma boa interação 360º e em diferentes profundidades, sem correr o risco de sentir enjoos. O jogo é ambientado nos anos 60 (tirando a parte de telecinesia). Suas instruções para cada tarefa são recebidas em seu escritório, transmitidas e narradas em um projetor (o narrador é Anthony Daniels, o ator que interpretou o C-3PO em Star Wars). Cada tarefa te coloca em uma situação crítica, em que você precisa realizar o objetivo e então escapar de alguma forma, sendo aí que entra a parte de puzzle e o nome do jogo. Os puzzles apresentados em cada tarefa são inteligentes e sequenciais, ou seja, ao resolver um, muito provavelmente outro irá aparecer e te surpreender. É necessário explorar minuciosamente o ambiente em que você se encontra e as ferramentas que têm disponível para completar sua tarefa. Uma boa exploração lhe rende dicas em forma de anotações, no entanto, muitas vezes a variável tempo estará contra você, rendendo bons momentos de desespero.
Apesar de morrer diversas vezes, I Expect You To Die não se mostra frustrante. Cada morte é um ensinamento sobre o que funciona e o que não funciona, sobre como executar cada ação e em qual ordem. A morte também não é punitiva, você simplesmente reinicia a missão.
O uso do VR é bem aproveitado, com elementos e ações acontecendo ao seu redor. Todos os cenários são bem consistentes, nada sendo muito forçado ou causando desconforto visual. Suas mãos são sua principal ferramenta, o que faz o uso de dois PS Moves ser mais intuitivo, porém, é também possível usar o DualShock.
Algo que sinto que poderia ter sido melhorado é a câmera. A sensação que eu tive nos cenários é que eu me encontrava muito próximo das coisas e, como seu personagem está posicionado em um ponto fixo, não é possível se afastar. Uma câmera alguns centímetros mais longe talvez me causasse um estranhamento menor. Além disso, de vez em quando há problemas de rastreamento do PS Move, exigindo uma pequena e rápida recalibragem ao pressionar e segurar o botão de Options.
Provavelmente o principal problema de I Expect You To Die seja sua duração. Existem apenas 4 tarefas a serem cumpridas, sendo que cada uma pode levar de 15 a 40 minutos para ser solucionada (caso você seja um cara honesto e não procure um guia online). Uma vez conhecida as soluções, repeti-las leva menos de 5 minutos. Ou seja, no pior caso, você termina o jogo em pouco menos de 3 horas. Esse tempo pode ser um estendido mais um pouco caso você opte por cumprir alguns objetivos complementares que aparecem quando você termina cada tarefa pela primeira vez.
Não se pode deixar que esta curta duração tire o brilho do jogo. Seus quebra-cabeças são bem implementados e variados em cada tarefa, com soluções nem sempre diretas e com alguns possuindo mais de uma alternativa para serem resolvidos. Além disso, as tarefas e interações com os objetos ficam bem mais divertidos com o uso do PS Move, principalmente nos momentos de tensão e corrida contra o tempo. É um jogo que acaba valendo a pena para apresentar a parentes e amigos e ver como cada um reage na resolução das tarefas.  Tenho, por fim, que citar que o jogo possui apenas áudio em inglês e NÃO há legendas, nem em português nem em inglês. Entretanto, por se tratar de puzzles baseados em tentativa e erro, com execução de ações simples e intuitivas, ainda é possível de ser jogado, perdendo apenas a parte sarcástica e bem humorada do narrador.

.

  

Especificações
  • Legenda: ---
  • Audio: Inglês
  • Tamanho: 953 MB

Trailer
 
 Gameplay
 
Tipos de Licença

Avalições

Based on 1 review Escreva uma avaliação

Produtos vistos recentemente