Grand Theft Auto: San Andreas

PS4

R$ 38,21
Licença
-
+
Marcadores / / /
Descrição


Groove Street, assim como há 10 anos atrás, ainda é o lar do personagem CJ, Carl Johnson, protagonista do game, que retorna a Los Santos (uma versão genérica de Los Angeles) depois de saber da morte de sua mãe. Em contato com os velhos amigos, e seu irmão, Sweet, ele volta a se envolver com o mundo do crime e das batalhas de gangue.
Desde o primeiro até o último minuto de jogo, San Andreas é exatamente a mesma de 2004, com suas ruas largas, becos escuros, pedestres suspeitos e motoristas insanos. Estabelecimentos comerciais, NPCs e pontos de interesse diversos também tiveram sua localização mantida no vasto mapa do game.
O objetivo é percorrer o mapa até os personagens marcados, que darão tarefas para CJ. A ordem dessas missões não é linear, permitido que o jogador decida quais quer realizar primeiro, sem a obrigação de seguir um padrão estipulado.

 

As missões vão desde objetivos mais “simples”, como roubar um carro ou matar uma pessoa, até tarefas mais ousadas e bizarras, como incendiar plantações de maconha, sequestrar famosos e pilotar aviões.

Como nos velhos tempos

Um dos pontos mais impressionantes do game, é que mesmo com os seus 10 anos de vida, as missões ainda são extremamente variadas e divertidas, como se não tivessem sofrido com o envelhecimento natural, tão comum em jogos de videogame. Durante as horas e horas de jogo, é simplesmente impossível se sentir entediado com o ritmo da campanha, que alterna partes de ação extrema com passagens mais relaxadas.
Aqueles que tiveram a oportunidade de jogar a versão original também devem sentir o leve ajuste na dificuldade das missões, que parecem um pouco mais fáceis, em comparação ao jogo de 2004. Esse fez bem ao jogo, tornando algumas missões complicadas menos frustrantes.

 

Como alternativa àqueles que gostam de perder horas vagando pelos mapas em busca de atividades secundárias, San Andreas ainda é um prato cheio, com um mapa recheado de locais interessantes e minigames. Além de side missions para todos os gostos, o jogo contém itens escondidos, fliperamas, e a possibilidade de jogar como vigilante, taxista e muitas outras opções.

Retoques providenciais

A jogabilidade foi um dos principais alvos das atualizações da nova versão de GTA: San Andreas. Logo de cara, é possível perceber que o mapeamento dos botões foi alternado, para deixar a jogabilidade mais parecida com a das versões mais atuais do game, como GTA IV e GTA V. A mudança é muito bem vinda, e facilita a entrada de novatos no game. Fãs mais puristas também podem optar pelo esquema clássico, idêntico ao visto nas versões para PS2 e Xbox.
Apesar das mudanças, a Rockstar parece ter perdido a oportunidade de melhorar um dos esquemas mais curiosos do game, o sistema de mira.

 

Com o jogo rolando, também é possível percebem algumas diferenças, como a ativação automática da corrida com as bicicletas (antes era necessário ficar apertando o botão), melhorias consideráveis na mira automática e a direção dos carros, que ficou um pouco mais pesada.
Outra bela adição foi um sistema de checkpoints, que poupa o jogador das incessantes viagens requeridas pelo game original toda vez em que uma missão não é concluída com sucesso. O sistema não é perfeito, mas permite que o jogador pule partes desnecessárias antes de tentar outra vez.

Maquiagem de luxo

Os gráficos certamente são o ponto que gera mais expectativas no game, já que a atualização é basicamente o motivo da existência da nova versão. Na prática, o resultado não chega a ser ruim, mas é um pouco decepcionante.

 

Apesar das limitações, não é difícil superar a falta de requinte visual do game, especialmente entendendo o contexto do lançamento.
Outro aspecto de San Andreas que envelheceu muito bem foi a parte sonora, que mesmo com 10 anos de idade dá um baile em diversos blockbusters de hoje em dia. Desde as hilariantes conversas de teor duvidoso dos personagens até a incrível seleção de músicas das rádios, o áudio é responsável por praticamente todo o carisma do game, que é uma de suas marcas registradas.

Conclusão

GTA: San Andreas é certamente um dos maiores clássicos da história dos videogames, e merece a atenção de qualquer jogador com o mínimo apreço pela franquia da Rockstar. Se não foi dessa vez que o jogo recebeu uma versão totalmente remodelada, pelo menos é fácil enxergar as melhorias, tanto no visual como nos controles.

.

  

Especificações
  • Legenda: Inglês
  • Audio: Inglês
  • Tamanho: 3,2 GB

Trailer
 
 Gameplay
 
Tipos de Licença

Avalições

Based on 1 review Escreva uma avaliação

Produtos vistos recentemente