Dragon Ball XENOVERSE 2

PS4

Dragon Ball XENOVERSE 2

Disponibilidade: Em estoque
R$ 99,90

De volta à Patrulha

Em Xenoverse 2, assim como em seu antecessor, o protagonista é um herói personalizado pelo próprio jogador. São cinco classes à disposição, que vão de "Namekuseijin" a "Terráqueo", passando por "Saiyajin". Além de contar com um número maior de opções de rostos, cabelos e roupas, o sistema de personalização foi incrivelmente expandido com elementos extras e upgrades especiais em comparação à primeira versão.
A história começa após os acontecimentos da jornada um. Inclusive, o personagem utilizado em Xenoverse pode ser transferido para o novo game. Embora não seja possível controlar o combatente antigo, ele ganha um busto no centro da cidade e aparece em momentos pontuais da trama, ao lado de Trunks, tornando, assim, o universo mais crível. A premissa é simples: o Ex-Kaioshin descobre um promissor herói – no caso, o seu personagem – para ser o novo Patrulheiro do Tempo. Como consequência disso, o trabalho dele é viajar ao passado, onde alterações foram feitas na história, a fim de corrigir possíveis erros.

 Dragon Ball Xenoverse 2: confira a análise completa (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Dragon Ball Xenoverse 2: confira a análise completa

Toki Toki City, a pequena cidade que serviu como área social em Xenoverse, foi substituída por Conton City, um local sete vezes maior que o hub do primeiro jogo. Em extensão, a nova região é consideravelmente maior – e aproveita muito bem a verticalidade dos cenários -, com centenas de missões e NPCs de diferentes arcos da série.

 Dragon Ball Xenoverse 2: o seu trabalho é viajar ao passado (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Dragon Ball Xenoverse 2: o seu trabalho é viajar ao passado 

Embora as missões online e offline tenham a mesma estrutura da primeira versão, o número de objetivos a cumprir é realmente impressionante. O jogador deve se preparar para gastar centenas de horas em tarefas que concedem pontos de experiência e itens cosméticos de Goku, Vegeta, Gohan e muitos outros.
O único problema é que o vasto conteúdo – com legendas em português do Brasil –  não é indicado no mapa de forma clara. Vez ou outra quem estiver jogando vai se sentir confuso em meio a tantos ícones e opções no minimapa. Com o tempo, isso deixa de ser um defeito, mas o quadro de missões é um dos pontos mais frustrantes.
Em Conton City também há uma escola destinada à nova Patrulha do Tempo. É nesse local que os personagens aprimoram habilidades e aprendem técnicas com heróis conhecidos da série. Nem todos os combos são apresentados no início da jogatina, ou seja, as camadas mais complexas de gameplay são apresentadas gradualmente, o que facilita muito na hora de se adaptar aos comandos.

 Dragon Ball Xenoverse 2: crie um personagem único para reviver confrontos épicos (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Dragon Ball Xenoverse 2: crie um personagem único para reviver confrontos épicos 

Você ainda pode se juntar à equipe específica de sua raça favorita, por meio de um sistema novo de afinidade. Ao fazer parte do time Boo, por exemplo, itens e habilidades característicos da raça são concedidos ao seu personagem. É preciso cumprir missões únicas de cada classe para ter acesso aos benefícios.
Em termos de gameplay, Xenoverse 2 traz a mesma pancadaria frenética, mas com novos combos, ataques básicos e finalizações. Além disso, é possível notar uma fluidez maior no combate – a movimentação de voo está mais acessível – , especialmente quando há mais de um inimigo no mesmo ambiente.
A câmera, no entanto, continua sendo um problema pela imprecisão, principalmente em áreas mais fechadas, o que dificulta a execução de combos em momentos cruciais do combate.

 Dragon Ball Xenoverse 2: combate foi aprimorado com novos combos (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Dragon Ball Xenoverse 2: combate foi aprimorado com novos combos

Há, também, novos personagens na robusta lista de lutadores, incluindo heróis de Dragon Ball Super, como Goku Black, Trunks do Futuro e o assassino de aluguel Hit. A aba de seleção de personagens é, sem dúvidas, a mais completa entre todos os jogos que já exploraram a franquia Dragon Ball nos videogames.
O modo multijogador de Xenoverse 2, por sua vez, conta com novas opções de jogo, além dos combates cooperativos limitados de seu antecessor. Agora, você pode reviver confrontos épicos em partidas de seis jogadores contra um, em que os objetivos se resumem a eliminar chefes gigantes.

Os mesmos traços

Nada mudou em relação ao visual. O Dimps, estúdio responsável pelo game, optou novamente pela técnica cel-shading para recriar os icônicos personagens. O resultado se reflete em heróis e vilões caprichados, com detalhes e animações que parecem ter saído diretamente do anime.

 Dragon Ball Xenoverse 2 (Foto: Divulgação/Bandai Namco) (Foto: Dragon Ball Xenoverse 2 (Foto: Divulgação/Bandai Namco))
Dragon Ball Xenoverse 2 não mudou em relação à versão original

O mesmo nível de qualidade dos personagens não se traduz nos cenários que, novamente, estão vazios, com texturas rasas e poucos objetos de composição. Além disso, boa parte dos ambientes iniciais foram reciclados do primeiro jogo.

Conclusão

Sem grandes novidades, Dragon Ball Xenoverse 2 mantém a mesma estrutura de MMO e jogo de luta, mas oferece muito mais conteúdo. As poucas mudanças são bem-vindas e devem agradar a quem curtiu o primeiro game, especialmente pelas referências e personagens de outros arcos da série. Eis uma aquisição obrigatória  aos jogadores que apreciam, de alguma forma, o universo de Akira Toriyama.

.

  

  • Legenda: Português BR
  • Audio: Inglês
  • Tamanho: 12,2 GB
 
 

Avalições

Based on 1 review Escreva uma avaliação