DOOM

PS4

DOOM

Disponibilidade: Em estoque
R$ 99,90

Depois de quase 13 anos de espera desde o lançamento de Doom 3, eis que a franquia ressurge na nova geração simplesmente como Doom, sem número ou subtítulo. Conhecido pelos fãs como Doom 4, o título recém-lançado nada mais é que um reboot da série, que se passa depois da infestação demoníaca de Doom 3.A história se inicia com a corporação UAC sendo assolada por demônios em Marte. Com o objetivo de explorar o Inferno e seus recursos pelo interesse da humanidade, a empresa acaba sendo vítima de sua própria ambição, quando uma onda infernal é ativada pela doutora Olivia Pierce para acelerar o progresso das pesquisas.
Como consequência do ato de Pierce, mais de 60 mil membros da UAC faleceram, enquanto os sobreviventes da unidade Lazarus, em Marte, se transformaram em aberrações. Por conta do portal para o Inferno originado por Pierce, os demônios escaparam de suas celas com a intenção de aterrorizar o planeta vermelho.

 Doom: confira a análise do novo FPS (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Doom: confira a análise do novo FPS

A trama de pouco mais de 15 horas é contada por meio de diálogos bem construídos e cenas em tempo real, o que significa que a jogatina não é interrompida por cutscenes. Embora os detalhes da história não estejam explícitos, as partes mais profundas da narrativa estão escondidas em colecionáveis, gravações e segredos dos cenários. De fato, você perderá um bom tempo vasculhando os ambientes em busca de itens.
Pela primeira vez na franquia, Doom foi totalmente localizado ao nosso idioma com vozes e legendas em português. Felizmente, o trabalho de dublagem está impecável, já que conta com dubladores escolhidos a dedo capazes de conduzir com maestria o tom cinematográfico da história.

Sem tempo para pensar

Como era de se esperar, o novo Doom mantém a insana jogabilidade característica que o consagrou como um dos melhores jogos de tiro da década de 1990. Tiroteios frenéticos, execuções gloriosas e a icônica serra elétrica estão presentes para encher os fãs de nostalgia.Por se tratar de um shooter old-school, os armamentos não têm assistência de mira, zoom – com exceção do rifle de assalto pesado – e botão de recarregar o pente. No entanto, o personagem tem à disposição um grande acervo de finalizações, que podem ser executadas para estripar, dilacerar e decapitar as crias do Inferno.

 Doom tem animações tecnicamente perfeitas (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Doom tem animações tecnicamente perfeitas 

O sistema de combate é, definitivamente, um dos pontos mais altos de Doom, visto que há uma grande variedade de armas e as possibilidades de ação são praticamente infinitas. As animações também surpreendem pela fluidez, uma vez que que o título roda a 1080p e 60 fps em todas as plataformas.Cada inimigo deve ser destruído de uma forma diferente, o que requer estratégia e reflexos rápidos por parte do jogador. Os demônios indolentes, por exemplo, são exterminados rapidamente com a escopeta de caça e superescopeta, enquanto o lança-foguetes é bastante eficaz para eliminar o gigante Mancubus.

Quando há beleza no inferno

Mesmo que não haja uma grande diversidade de ambientes – muitas vezes é preciso andar pelos mesmos corredores claustrofóbicos, o que proporciona uma sensação estranha de déjà vu –, Doom capricha nas texturas, sombras e, principalmente, na iluminação. Os efeitos visuais de Marte quando se está fora da base são incríveis, assim como as cavernas levemente luminosas do Inferno.

 Doom capricha nas texturas, sombras e iluminação (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Doom capricha nas texturas, sombras e iluminação

Na parte sonora, Doom preserva a tradição em cada detalhe. Os efeitos sonoros dos tiros são rítmicos e impactantes, sendo conduzidos pela trilha sonora pesada e envolvente que se tornou uma das marcas registradas da franquia. Quando um confronto está para começar, o game encontra um jeito de alertar o jogador por meio de acordes.

Faça você mesmo

Doom oferece uma ferramenta integrada de criação de modificações bastante robusta para que os jogadores possam criar fases cooperativas e competitivas. Ao criar um novo mapa, o usuário pode compartilhá-lo com a comunidade do game, além de poder baixar projetos feitos por outros usuários.Por mais que não seja um modo fácil de dominar, já que há funcionalidades complexas de edição, existem tutoriais detalhados em português explicando o passo a passo de cada recurso. A ideia da Id Software é justamente dar sobrevida à franquia com conteúdo produzido pelos próprios jogadores.

 Doom oferece robusto modo de criação de mapas (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Doom oferece robusto modo de criação de mapas

 

Multiplayer

O modo multiplayer não possui a mesma qualidade da campanha, tanto graficamente como nas mecânicas de jogo. Isso porque o componente online foi concebido por outro estúdio, o Certain Affinity, em parceria com a Id Software, portanto não traz o nível de detalhes do modo campanha.São seis modos e duas opções personalizadas, incluindo Mata-mata por equipe e Dominação. Nos momentos que antecedem as batalhas, é possível alterar o traje do personagem e as combinações de equipamentos. Conforme o jogador sobe de níve, pontos de experiência são acumulados para serem usados em pacotes de itens cosméticos.
Embora todas as armas clássicas estejam presentes, não é permitido realizar execuções gloriosas com frequência. Por outro lado, o jogador pode se transformar em um dos cinco demônios clássicos da série ao coletar itens pelo mapa. Mesmo limitado, o multijogador diverte proporciona boas horas de diversão em partidas rápidas de arena.

Conclusão

Brutal e visceral, Doom chega para ser o melhor representante old-school da nova geração e não falha na missão. Sem perder a estética noventista que consagrou a franquia, o título traz uma campanha consistente e conteúdo de sobra para manter o usuário empenhado em tocar o terror no Inferno.

  

  • Legenda: Português BR
  • Audio: Português BR
  • Tamanho: 43,8 GB
 
 

Avalições

Based on 1 review Escreva uma avaliação